Que idade tem o meu filho?

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

O Sr. "Não Consigo"


Queridos Amigos,

Com o iníco de mais um ano lectivo, e recomeço de uma nova época na minha actividade profissional, voltei a confrontar-me com o Sr. "Não Consigo".
Este Sr. é uma pessoa non-grata, mas às vezes insiste em aparecer nas horas difíceis e "buzina" ao nosso ouvido quando nos falta a confiança para fazer algo que achamos complicado.
Quantas e quantas vezes, nas minhas aulas oiço os meus queridos alunos e alunas, tanto pequenitos, como jovens e até mesmo adultos a dizerem "Não consigo!", perante algum exercício que parece difícil, mas na realidade não é. Muitas vezes já é inconsciente e dizem-no instintivamente como defesa.
Quando os meus alunos pequenitos me dizem essa frase, eu logo brinco com eles respondendo:

"Esse Sr. não entra nas minhas aulas, manda-o embora!" ou,

"Essa frase não entra no meu dicionário nem no meu ouvido, é uma frase proíbida. Tu consegues, basta quereres!".

E com enorme alegria minha e dos pais, esses meus alunos acabam por ser os melhores da turma, depois de superarem esses medos iniciais.

Por isso, meus queridos amigos, NÃO VALE dizermos esta frase, combinado?

Temos que tentar, tentar sempre ao máximo superar qualquer dificuldade.

Se pensarmos que não conseguimos, repetindo para nós mesmos essa frase muitas vezes, estamos inconscientemente a derrotarmo-nos à partida.
Quando acharmos que alguma coisa é difícil ou complicada, em vez de dizermos "Não consigo!" devemos tentar e treinar a nossa mente positivamente e dizer exactamente o contrário:
"EU VOU CONSEGUIR!".

Olhem esta criança, vai conseguir de certeza! :)


Vamos respirar fundo e tentar! Sim?

Obrigada pelos vossos adoráveis comentários e relativamente ao post anterior, existem pequenas melhoras no marido da minha amiga, embora continue em coma... Mas, enquanto houver Esperança, há Vida Sempre!

Bom fim-de-semana com muito carinho, paz, alegria e muita força interior!

Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.
Pipinha

16 comentários:

SAM disse...

Olá amiga!


Olha Pipinha, fico tão feliz em ler e saber como voce age proporcionando segurança, incentivo e a sua preocupação com este aspecto tão necessário para a formação da criança que levará esta consciência para a vida toda...É verdade. Me emociona. E digo o porquê. Acho que todos os professores, pais, deveriam agir assim. Mas (falo por base em experiência própria) não é isso que acontece. O que acarreta um grande mal para a sociedade em geral. Na sua formação e continuação. São conceitos básicos que devem ser aplicados. E não vejo isto evidenciado, infelizmente. Alguns educadores que conheci e conheço fazem o papel inverso aterrorizando e enfraquecendo a auto estima e causando uma impotencia psicologica ou aumentando esta barreira tornando-a instransponível e com graves consequências. E pior, sentem um prazer perverso nisso. Tenho tristes histórias na lembrança. Por isso, escrevo tanto e valorizo esta postura e visão humana, que todos deveriam ter, mas não é o comim. Infelizmente. Obrigada e que Deus te ilumine sempre! E que cada vez mais as pessoas, enquanto educadores , seja do lar ou profissionalmente, tenham esta visão do certo, do bem e do bom.



Beijo e abraço enorme!

Nilson Barcelli disse...

Gostava de ter escrito o comentário da nossa amiga Sam... porque concordo com ela em absoluto.
Querida Pipinha, este teu texto revela a boa profissional que és e a atitude correcta que os professores em geral devem tomar.
NUnca fui professor de nada, mas no trabalho a situação é idêntica, já que também existem os sr.s "Não consigo".
Um bom fim de semana para ti.
Beijo.

O Espírito do Tai Chi disse...

Amiga Pipinha,

É desta "força positiva" que o mundo precisa. Força e vontade são os ingredientes...

Um bom fim de semana!...

António Serra

Filoxera disse...

Olha, foi com este post que fiquei a saber que és professora :-)
Beijos.

Ailime disse...

Doce Pipinha,
Muito grata pelas palavras carinhosas que deixou no meu cantinho.
Vou ausentar-me até ao fim da semana e se Deus quiser voltarei para a visitar e ler com atenção o seu "pos".
Bem-haja por tudo e que Deus a ilumine e guie sempre e ao seu querido filhote.
Beijinhos ternos para ambos.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá Pipinha,

Yes We can !!!! :D

Nao vou dizer não consigo mas voou dizer que tive pena este fim de semana de não(estar)contigo !
Este fim de semana já tinha sido falado há um bom tempo pelo Osvaldo do blog Mau, Triste e Feio e sem queres te fazer inveja, posso dizer que adorei ! Tive a oportunidade de abraçar mais de uma vez a Laurinha. Não é verdade que é uma tentação apertar este nina encantadora nos nossos braços ?

Quanto ao teu comentário no meu cantinho, concordo contigo acerca daquilo que se deve dizer às crianças e sempre segui esta maneirapara as coisas normais da vida mas também deixei um mundo de sonho e de histórias encantadas porque acho necess+ario saber sonhar.

Muitos beijinhos para ti, nina Pipinha e outros para o teu nino que ei que é uma fofura tal como as nuvens !

Verdinha

O Sibarita disse...

Oi moça! Muito legal seu texto, sabe, você demonstra e mostra como todos deveriam agir como os Senhores Não consigo! kkkk São tantos não? kkkkkkkk

Beleza!

bjs
O Sibarita

Laura disse...

Ai, quem me abraçou? por isso reparei que perdi uns kilitos em Tabuaço..as ninas apertavam-me por tudo e nada, já sei como emagrecer, futuramente, com abraços, ora pois...
Na verdade a querida verdinha mai'lo marido, uns amores queridos, a Ana e Osvaldo; idem idem era so amor carinho, tudo, enfim..foi pena não ires, mas, acreditas que não conseguirias ir lá e andar naquelas curvas á velocidade da luz como o Osvaldo nos levava?...e tu enjoaste no meu c 5 na subida do b jesus, de cinco minutos e nós andamos horas, ali no Douro...a a verdinha que te conte....ahhhh beijinhos meus, laura

Maripa disse...

Pipinha querida,se todos os educadores seguissem o teu conselho,que bom seria!

Todos nós devemos tirar esse "Não consigo" das nossas vidas.Por vezes torna-se difícil,mas só perseverando se conseguem atingir as metas a que nos propomos.

Obrigada por seres assim.Fazes muito bem em não deixar entrar "esse senhor" nas tuas aulas.

Beijo e o meu carinho.

Desnuda disse...

Pipinha! Fiquei tão feliz com a sua visita neste cantinho, amiga! E ainda mais comovida com a sua extrema gentileza, pela sua sensibilidade atenciosa e respeitosa para com os meus sentimentos e a importância que você dedica aos semelhantes. Li o email, agradecendo a Deus por conhecer, ainda que virtualmente, mas com certeza absoluta que há muitas pessoas boas, como você. Contatos com pessoas como voce, nos faz ser gratas a Deus e avivar a nossa esperança no Ser Humano. Obrigada por TUDO!


Enormeeeeeeee abraço!

Pena disse...

Oh, Amiguinha:
Como me sensibiliza e enternece, este seu poder enorme de fascinar.
Faz retroceder um pouco.
Faz sonhar...
Como me lembro com saudades.
Parabéns pelo seu talento genial e admirável.
Beijinhos amigos.
Sempre a admirar o que escreve com ternura, pureza e beleza.
Sensibilizado pelas circunstâncias lindas e puras.
Excelente. Adorei.

pena


Fabuloso, amiga perfeita.
Bem-Haja pela sua ternura.

Patricia Barros disse...

Olá minha querida, saudades da tua "companhia"!!!
Meus dias estão infernais, daí vem esta terrível expressão: -Não consigo!
Tratar das crianças e trabalhar, não tem sido fácil. Diogo está a precisar muito do meu apoio e a Daniela exige aqueles cuidados normais dos bebés, mas que não deixa de ser esgotante. Neste momento estou a 5 dias sem dormir uma noite descansada. Ontem fomos ao médico com ela e tem uma otite. Diogo está sofrendo a adaptação ao 5º ano, tudo muda, principalmente os coleguinhas, na sala dele tem dois meninos que são caso de polícia e acabam prejudicando o rendimento dos que querem aprender, fico devastada sem saber o que fazer.
Ano que vem vou ficar em casa, tentar um part time, para poder dar assistência aos meus filhos, tenho pena, mas não chego a todo lado.
Sabe, a foto do bebé de mãozinha no ar emocionou-me!! Entretanto reparei na tua foto nova, estás linda. Eu cá precisava perder mais cinco kilinhos que ficaram da gravidez, mas eles teimam em ficar, rsrsrsrsrs...
Mil beijinhos para ti minha ternurinha, um começo de ano lectivo proveitoso e feliz.
Beijinhos também ao teu tesourinho!

*Lisa_B* disse...

Oláaaa lindaaa Pipinha:-)
Pois amiga eu consegui: voltar. Vamos ver por quanto tempo isso jão não sei depende do que o futuro me reserver ainda...está muita coisa em suspenso mas...cá estou.
Os filhotes vao bem e ambos em recuperação cada um dos seus males. é que isto toca a todos.
Já aviso que dado todo o stress e sofrimento porque tenho passado perdi algumas memorias :-( mas continuo a saber o essencial :que somos amigas:-)
Hoje ando de blog em blog pareço o padre na visita pascal:-)
Já vi também a balança nos -17 estás como um pêro...depois falamos melhor kida.
Beijinhos para ti e teu nino.

Jacarée disse...

Amiga!

O iníco é sempre ambíguo
O tempo não retorcede, no entanto todos temos o direito e dever de fazer, refazer de novo.
"O não consigo" tem que ser eliminar do nosso dicionário.
O insucesso é apenas o principio de um novo recomeço com mais conhecimento. Estamos sempre a aprender com os erros.


Felicidade, que seus sonhos do presente se tormem num futuro próspero.

Bjs.
B.F.S.

Tranças disse...

Olá querida amiga... como vai a quinta, lolo muito que colher, como na vida, estamos sempre a colher os frutos das conquistas dos nossos meninos.
És como eu, na minha sala são tantoa aquelesque na 1ª dificuldade querem disistir, mas estamos lá nós para apoiar e dar um empurrão, não é verdade??


um grande beijo para a tua amiga que deve estar numa situação muito delicada.

uma beijoca muito grande

vemo-nos na quinta, lololo

Ailime disse...

Doce e terna Pipinha,
Passo para lhe agradecer o seu comentário comovido no meu cantinho.
Como afirma e muito bem muita gente ainda não descobriu o amor. Este não se vende, não se compra.
É gratuito. Sente-se ou não e há laços em que o amor deveria ser inquestionável e por vezes não o é!
Tenho esperança em que um dia tudo será diferente!
A minha semana decorreu bem e percorri locais onde por alguns momentos consegui esquecer algumas pequenas mágoas.
O tempo tudo cura e com a ajuda do meu Deus em que acredito tudo se desvanecerá.
Deixo um grande beijinho para si e filhote com votos de um feliz domingo.