Que idade tem o meu filho?

sábado, 28 de março de 2009

Amar-se


AMAR-SE

Amar-se mais, respeitar-se a si mesmo, ter cuidado consigo mesmo, pensar em si mesmo... pode parecer uma maneira egoísta de se levar a vida, pois aprendemos que devemos pensar nos outros de maneira altruísta.

Mas pensar em si mesmo não significa "pensar só em si mesmo."
No entanto, é impossível pensar nos outros se não temos o mínimo de respeito e amor por nós mesmos.

Se não sabemos como conduzir bem a nossa própria vida, como podemos esperar ajudar os outros nas suas necessidades, nas suas carências, nas suas esperanças?

Se nos sentimos carentes, como ajudar outros a suprirem as próprias carências?

Uma pessoa que não se ama é incapaz de amar outra coisa ou alguém, pois o amor é algo que vem de dentro para fora e não algo que procuramos captar do exterior.

Amar-se, sem exagero, sem uma preocupação excessiva consigo mesmo é um bem que fazemos não só a nós mesmos, mas a todos aqueles que fazem parte do nosso círculo de amigos, colegas, conhecidos.

Estar ao lado de alguém que está sempre reclamando da vida, dos outros, dos próprios problemas acaba nos tirando a vontade de estar perto dessa pessoa, pois necessitamos de coisas mais alegres que constantes lamentações.

Então, pelo nosso bem, pelo bem de todos, devemos pensar um pouco mais em nós mesmos.

Só podemos contaminar outras pessoas se estivermos nós mesmos contagiados com o vírus do positivismo e do bem-estar.

Só podemos iluminar se a luz estiver dentro de nós, se formos portadores de coisas boas.

Assim, vivamos para os outros, mas vivamos também por nós.

Com moderação, com amor e dedicação.

Tudo justo, na medida exacta.

Letícia Thompson


*********************************************

Queridos Amigos,

Bom fim-de-semana com muito carinho, paz e alegria no coração!
AMEM-SE MUITO E LOGO ENCONTRARÃO O VERDADEIRO AMOR!
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

Pipinha

11 comentários:

Eärwen Tulcakelumë disse...

Felizes somos nós que podemos participar de mais uma partilha maravilhosa! Esta foi escolhida a dedo, para encerrar o mês de comemoração a mulher...
É preciso haver amor em nós, é certo, é preciso que saibamos amar primeiramente a nós sim, e isso não é egoísmo, pois amando a nós em primeiro lugar, saberemos com certeza distribuir melhor esse sentimento tão maravilhoso.
Obrigado amiga, por lembrar tão bem o que devemos ter vivo em nós.

Pérolas incandescentes de amor entrego em tuas mãos, agradecendo sempre o carinho para com meu mundo.

Eärwen

Ailime disse...

Doce Pipinha,
Grandes verdades contidas neste magnífico texto que partilha connosco, com as quais concordo plenamente.
Para podermos amar os outros temos que estar bem connosco próprios, gostar de nós, investir em nós.
O nosso coração, a nossa consciència devem estar pacificados.
Só assim teremos a capacidade de compreender e ajudar quem nos rodeia.
Grata por trazer este tema tão interessante e nada acontece por acaso. Ontem foi tema de conversa entre mim e duas pessoas amigas.
Bem haja por ter um coração lindo.
Deixo-lhe um beijinho e desejo-lhe um óptimo domingo.

Filoxera disse...

Gostei muito, tanto do texto como da música.Acho que me deste o mote para um futuro post.
Beijos.

Maria Clarinda disse...

Pipinha...algum dia ía-me esquecer de ti????Nunca!...os amigos nunca se esquecem, tenho-te visitado , deixado alguns comentários antes deste lindo que arranjaste agora com o meu animal preferido....o GOLFINHO!
Adorei este novo visual. O teu post de hoje está lindo e cheio de verdades...
Gostei muito!!!!!Obrigada pelas tuas palavras lindas.
Jinhos muitos

Luísa disse...

Vim so dar JINHUS e Mimitos!

Em recta final antes de começar a semana de trbalho vim deixar carinho pq durante a semana passo dias sem poder cá vir!

Xis corações

Luisa

SAM disse...

Amiga, este texto está corretíssimo! Uma lição de bem viver.


Beijos com carinho, Pipinha!

*Lisa_B* disse...

Querida amiga,
lindo texto e cheio de verdade ...eu amo-me e aos outros, se alguém me amar melhor para mim senão...continuarei a gostar de mim tal qual sou sem tirar nem pôr ehehe.
E também a gostar de ti of course...
Espero que tudo ande melhor por aí e beijinhos meus cheios de carinho.

*Lisa_B* disse...

Pipinha linda,
se tiveres tempo passa no meu blog conhecer o meu filhote...só hoje tenho a foto porque é dia de consciencialização do autismo.
beijinhos

Ailime disse...

Doce e amiga Pipinha,
Grata pela sua visita.
Fiqui muito feliz com as palavras que deixou lá no meu canto.
A serenidade e paz em nós é talvez um dos maiores bens que poderemos possuir.
Com o decorrer da idade a vida vai-nos ensinando a encontrar essa paz e há como que uma necessidade de a transmitir aos outros.
Quando resolvi criar o blog nunca imaginei que tivesse esta possibilidade de encontrar pessoas tão encantadores como tem acontecido.
Não fazia a menor ideia de como isto funcionava!
Mas é uma felicidade imensa quando encontramos pessoas como a Pipinha, com educação e valores, raros nos dias que correm.
Muito obrigada pela sua amizade e simpatia.
Retribuo votos de uma Santa Páscoa.
Deixo-lhe um grande beijinho e um abraço caloroso.

P@tty disse...

Olá minha ternurinha mais que fofinha, tenho saudades de ti, mas sei que a vida "real" é complicada e o tempo nos foge por entre os dedos.Também acho que o fundamental é gostarmos de nós próprios e tentar todos os dias sermos melhores.O grande mal do mundo neste momento é a falta de amor próprio e a falta de autenticidade, quase todos querem ser o que não são, então ficam pelo parecer e vivem de fachada, mas isso lhes custa a alegria de viver,enfim...Sou uma criança grande, adoro rir, saltar e brincar, apesar das pressões externas para que eu seja diferente, vou resistindo e sendo eu mesma, quem gosta óptimo, quem não gosta...paciência!!
Minha Daniela está óptima, mama direitinho, mas é muito refilona, não dorme nem de dia e nem de noite, faz sonos de passarinho, de dez em dez minutos,aff!!Fico numa canseira doida, tem horas que olho para ela sem saber mais o que fazer, rabinho limpo, banho tomado e barriguinha cheia, que mais será que ela quer??Já me tinha esquecido destes aparatos todos, me vejo meio em baixo, acho que é o stress, rsrsrs.Ai amiga, quando começar a trabalhar então, vou ficar louca de vez.Não tenho com quem desabafar, então torna-se tudo mais complicado do que já é.Falar com marido não vale a pena, eles não compreendem nada e ainda nos fazem sentir pior, fazem nos sentir o ser mais complexo deste mundo.Ai ai...ser mulher não é facil, haja saúde.
Bom...vou indo que já falei demais.Mil beijinhos para ti e teu príncipe e bom fim de semana.Curtam muito :)

Inês Pires disse...

O amor é so uma palavra o que se pode dizer é k se gosta dealguem, o amor vem depois...